(31) 3841-9900 | (31) 97524-3594

Mudanças no Estacionamento Rotativo – Faixa Azul online

01/03/2019 Imprensa

A Associação Comercial, Industrial e de Prestação de Serviços de Coronel Fabriciano – Acicel anunciou nesta tarde, em coletiva de imprensa, mudanças no Estacionamento Rotativo da cidade, o Faixa Azul online.

A entidade apresentou à Prefeitura Municipal de Coronel Fabriciano, o Distrato ao Convênio de Cooperação e Colaboração para melhoria da gestão na exploração e gerenciamento do estacionamento rotativo em vias públicas regulamentado pelo Decreto nº 1.678 de 27 de junho de 2002 e não será mais a gestora da operação.

Histórico

A Associação Comercial, Industrial e de Prestação de Serviços de Coronel Fabriciano – ACICEL foi procurada pela Guarda Mirim em 2015, solicitando ajuda para resolver a situação do Faixa Azul cuja operação não tinha mais como funcionar em virtude da taxa de desrespeito da população. Diante desta situação e, ciente da importância do sistema rotativo para democratizar o uso das vagas, permitindo acesso a um maior número de pessoas, a ACICEL buscou um modelo de operação inovador e apresentou ao poder público, que celebrou um convênio de cooperação e colaboração para melhoria da gestão na exploração e gerenciamento do estacionamento rotativo em vias públicas regulamentado pelo Decreto nº 1.678 de 27 de junho de 2002.

Através do Decreto nº 5.353, de 22 de outubro de 2015, foi instituído o “Faixa Azul online”. O investimento na tecnologia foi feito pela ACICEL que passou a ser a responsável pela gestão, a Guarda Mirim, entidade que controla sistema rotativo no Município de Coronel Fabriciano, desde 28 de dezembro de 2001 pela Lei 2.954, é a responsável pela operação  e contrata os monitores que em sua maioria, são jovens advindos da vulnerabilidade social e a Prefeitura Municipal é a responsável pela fiscalização. Tanto a ACICEL, quanto a Guarda Mirim e a Prefeitura Municipal, têm acesso ao sistema de gestão e podem, a qualquer momento, acessar e terem informações sobre a operação em tempo real.

Desde a implantação do Faixa Azul online, a ACICEL tem buscado formas para que a operação funcionasse corretamente: operação (monitores), gestão (sistema) e fiscalização (Guarda Municipal ou Polícia Militar). Foram feitas diversas reuniões com os órgãos envolvidos na tentativa de solucionar o problema da falta de respeito dos usuários das vagas do estacionamento rotativo.

Em abril do ano passado, a Prefeitura que é a responsável pela fiscalização, assinou convênio com a Polícia Militar que passou fazer a gestão do trânsito do município deste então, a patrulha do trânsito tem atuado no ordenamento do trânsito que ajuda a reduzir a criminalidade e promovendo ações educativas nas escolas e nas entidades.

A partir daí, iniciou-se um diálogo para definir qual seria a forma de atuação da Polícia Militar para com o estacionamento rotativo no que tange à fiscalização. Após o consenso de como seria feito o trabalho, foi elaborada a estratégia de comunicação e implantada a fiscalização no mês de dezembro.

Mas infelizmente, a Prefeitura não cumpriu seu papel quanto a exigência da fiscalização e a operação mais uma vez, foi prejudicada. Após a publicação dos Decretos 6.696/2018 e 6.705/2018, determinando alterações no funcionamento do estacionamento rotativo, a taxa caiu para -10% ou seja, menos de 10% dos carros que estacionam nas vagas do rotativo pagam. Até então, a taxa de respeito da população era de 33%.  Este fato casou impactos ainda mais negativos na operação que ficou insustentável. Diante dos fatos, a ACICEL definiu por deixar a gestão do Faixa Azul online e a Guarda Mirim optou em dar continuidade na operação.

“Entendemos a importância do sistema rotativo efetivo para facilitar o acesso dos clientes às vagas de estacionamento na cidade e sempre buscamos o melhor para o comércio. Nossa intensão foi sempre de melhoria e de propor a melhor solução para todos, mas não foi possível. Servimos de modelo para a cidade de Timóteo e estamos vendo o avanço de Ipatinga, tínhamos tudo para dar certo, mas infelizmente não aconteceu.” declarou o presidente da Acicel-CDL, Ismá Canedo Campos.

Com a apresentação do Distrato, a ACICEL cumprirá o que prevê o convênio e em 90 dias, prazo previsto, a operação estará totalmente sob a responsabilidade da Guarda Mirim.

 

 

 

 

Comentários

Assine nossa Newsletter

%d blogueiros gostam disto: